O motorista André Lopes Machado, 43 anos, acusado de assediar uma passageira menor de idade, há duas semanas, numa corrida de Uber, em Viamão, foi indiciado ontem (28), por perturbação da tranquilidade. Ele foi filmado pela jovem fazendo insinuações de cunho sexual.

Além deste inquérito, ele também responde por difamação após fazer uma série de declarações à imprensa. Dias após a filmagem, após prestar depoimento à polícia civil, André afirmou para a imprensa que a menor “estava com um short do “tipo Anitta”, uma miniblusa, com as pernas abertas no banco, me chamando atenção”.

De acordo com a polícia civil, ficou claro que a menor foi importunada durante a corrida. Caso condenado André pode ser preso e cumprir pena de 15 dias a 2 meses de cadeia, ou multa.