A primeira ação foi fixar cartazes com orientações na frota, em terminais e paradas de grande fluxo. As empresas devem informar motoristas e cobradores sobre prevenção e garantir para eles material de higienização.

Também foi determinado reforço na limpeza diária dos veículos, de forma alternada entre viagens, nos terminais de grande fluxo de passageiros. Será disponibilizado álcool gel nos terminais, antes do embarque.

Nos horários de pico, haverá ônibus extras, para ampliar a oferta de assentos e reduzir aglomerações de pessoas dentro dos veículos. Conforme o superintendente da Metroplan, Rodrigo Schnitzer, a frota deve transitar com as janelas abertas. Nos casos onde não for possível, a limpeza do sistema de ar-condicionado precisa ser reforçada. As disposições aplicam-se ao transporte metropolitano e hidroviário.

Fonte: Metroplan