O efeito corona já causou as primeiras demissões no setor de serviços. A Empresa terceirizada contratada da CEEE, que realiza os cortes de energia de consumidores inadimplentes, demitiu hoje cerca de 90 funcionários que atuavam nas cidades de Viamão, Porto Alegre, Alvorada e Guaíba.

ENTENDA O CASO

O Governo do Estado Gaúcho seguindo a determinação da Aneel ( Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou no dia, 24 de março, que os consumidores residenciais não poderão ter o fornecimento de energia elétrica cortado, por três meses, em meio à pandemia de coronavírus.
Em vista da determinação do governo a concessionária suspendeu os contratos das terceirizadas por 120 dias. A CEEE paga a contratada pelos cortes pela meta do montante dos serviços realizados. Se não ocorrer esses serviços à empresa não recebe os pagamentos. “Com a suspensão do contrato pela concessionária (CEEE) resolvemos pela demissão consensual. Ou seja, vamos pagar todos os direitos sociais dos nossos colaboradores, e após os 120 dias, o contrato com a CEEE for renovado vamos contratá-los novamente”, explica o dono da empresa que preferiu não se identificar.
Bagé e Litoral Norte também estão com os contratos suspensos.

Editor Vilson Antonio Costa Arruda