Foi uma semana intensa na política de Viamão. A dança das cadeiras visando as eleições de outubro mudou o cenário na Câmara de Vereadores e na prefeitura.

Com prazo encerrando neste sábado (4), as últimas semanas foram de muita articulação e promessas. No fim das contas, quem ofereceu mais, levou.

Entre os parlamentares foram oito trocas. O vereador Armando Azambuja deixou o PT na quinta-feira (2) e guardou mistério até a última hora sobre seu destino. A nova siga de Azambuja, que está no quinto mandato como vereador e iniciou a carreira no PDT, é o PSDB.

Fora de Viamão

Em 2021 a Câmara de Viamão não terá as presenças dos vereadores Jessé Sangali (sem partido) e Gugu Streit Junior (PTB). Os dois transferiram o domicílio eleitoral e devem concorrer em Porto Alegre.

Confira as outras trocas no Legislativo:

Edi Bagé – sai do PSDB para o PSB

Igor Bernardes – do Cidadania para o PL

Guto Lopes – foi do Psol para o PDT

Nadim – foi do PP para o PSL

ecretariado


Para cumprir o prazo limite para o afastamento de cargos públicos e poder concorrer, houve movimentação no secretariado e diretorias de Russinho:

Educação:
– Saiu Carlos Bennech (MDB) – não sabe ainda se vai concorrer.

– Entrou a professora Simone Rodrigues, irmã do vereador Evandro (DEM);
 

Obras:
– Saiu Vladimir Bandeira, que foi chefe de gabinete de André Pacheco. – vai concorrer pelo PSD.

– Entrou Adroaldo Luvizetto (PSB);

Cidadania e Assistência Social:

– Leandro Aguirre se desligou da pasta para concorrer.

– Nome de quem assume não está confirmado.
 

EPTV:

– Karine Sarico (MDB) saiu.

– Assumiu Áureo Cardoso, também da legenda.

Fonte: Diário de Viamão