RIO – O deputado estadual Gil Vianna (PSL), de 54 anos, morreu na noite desta terça-feira, vítima de Covid-19. Ex-oficial da PM e do Exército, ele estava internado desde a última semana – terça-feira (12) –  no Hospital da Unimed, em Campos dos Goytacazes, sua cidade natal, no Norte Fluminense, interior do estado. A informação foi confirmada pelo GLOBO por meio de sua assessoria.

O parlamentar teve uma piora repentina no quadro e não resistiu. Fontes ligadas a ele afirmaram que, ainda na noite desta terça-feira, um dos filhos visitou o hospital e conseguiu se comunicar à distância com o pai. Pouco depois, por volta das 22h, o deputado estadual precisou ser intubado às pressas e, segundo informações preliminares, não resistiu ao procedimento, tendo uma parada cardíaca. Na segunda-feira, em última atualização divulgada por sua assessoria, Vianna vinha respondendo bem ao tratamento e seu estado era considerado estável pelos médicos.

– Meus amigos, infelizmente perdemos nosso Gil, nosso companheiro. Estou propondo amanhã suspendermos todas as atividades, exceto às 15h quando abriríamos, faríamos uma homenagem a ele. Encerraríamos a sessão e aí três dias de luto oficial – disse o presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano (PT), em áudio enviado aos demais parlamentares da Casa.

Gil Manhães Vianna Júnior, filho de Gil Manhães Vianna (garçom) e Getúlia Santos Arêas Vianna (do lar), nascido no dia 10 de julho de 1965 na cidade de Campos dos Goytacazes, RJ. Assim se apresentava o parlamentar em suas redes sociais.

Fonte: Globo rj