A Polícia Civil anunciou na manhã desta quarta-feira a captura de mais um envolvido no confronto entre facções rivais ocorrido em abril deste ano, que deixou uma menina paraplégica, na vila Universal, em Viamão. O titular da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Viamão, delegado Guilherme Calderipe, revelou que o indivíduo, de 30 anos, foi detido na noite dessa terça-feira no bairro Jardim Aparecida, em Alvorada. O criminoso, apontado como principal envolvido nas mortes durante o confronto, estava em um Hyundai i30. “Com esta prisão, ao menos cinco dos envolvidos no caso já foram recolhidos ao presídio”,destacou. “As investigações seguem para a identificação de outros três suspeitos”, acrescentou.

A prisão ocorreu no âmbito da operação Contratempo deflagrada desde o dia do crime. O delegado Guilherme Calderipe explicou que foram coletados diversos indícios da participação do suspeito preso em outros crimes, como roubo e estelionato. Além disso, lembrou o titular da DPHPP de Viamão, o indivíduo também é apontado como um dos responsáveis pelos 20 quilos de maconha, nove quilos de cocaína e sete quilos de crack apreendidos na madrugada de domingo passado para a última segunda-feira. As drogas estavam com outro suspeito de participação no confronto. Esse indivíduo, de 31 anos, foi detido junto com a companheira dele, de 34 anos, em um Fiat Palio no bairro Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre. O carregamento de entorpecente foi avaliado em cerca de R$ 400 mil, mas poderia chegar a quase R$ 1 milhão na venda.

Os envolvidos no confronto invadiram a vila Universal no dia 17 de abril com o objetivo de atacarem os rivais da área. No confronto, um criminoso foi morto e outros dois foram presos. Uma menina de dez anos foi atingida gravemente por um dos tiros que penetrou a residência da família dela. A vítima ficou paraplégica em decorrência das graves lesões.

Fonte: CP