Documento assinado pelo coordenador de emergência do Hospital de Viamão, médico Bernardo Dias informa a superlotação da casa de saúde. De forma textual o profissional informa “a incapacidade técnica em atender novos pacientes” nas instalações do local.

Para justificar o ato, o médico cita, entre outras situações a “superlotação da UTI Geral, com 15 pacientes internados, destes 11 em ventilação mecânica”. O ofício considera ainda a “a superlotação da UTI Covid, com 10 pacientes internados, destes 7 em ventilação mecânica e 3 em máscara de hudson”.

A reportagem de Bernardes Digital aguarda o retorno de questionamentos feitos à assessoria do hospital de Viamão.

Veja o ofício:

[pdf-embedder url=”https://bernardesdigital.com.br/wp-content/uploads/2020/07/Oficio-Superlotacao.pdf” title=”Oficio Superlotacao”]