O prefeito, Professor Bonatto, assinou ontem a Lei 5.107/2021, que concede Bolsa-auxílio Permanência para os alunos que estejam estudando na Educação de Jovens e Adultos (EJA), com freqüência mínima presencial de 75%. São seis escolas municipais que oferecem a EJA em 2021: Farroupilha (Orieta), Dom Diogo de Souza (Valença), Castelo Branco (Centro), Vinte de Setembro (Cecília), Luciana de Abreu (Augusta) e Apolinário Alves dos Santos (Águas Claras).

De acordo com a secretária de Educação, Marcia Culau, o benefício será concedido aos 450 estudantes matriculados na EJA e que estão nas 5ª, 6ª e 7ª etapas (referente aos 7º, 8º e 9º anos). “É um incentivo para que nossos alunos concluam o ensino fundamental e possam seguir os estudos e estarem mais preparados para o mercado de trabalho.”

Bonatto explica que, diante da situação socioeconômica, os jovens e adultos não colocaram os estudos como prioridade. “Hoje temos 450 jovens aptos para receberem a bolsa de R$ 200,00, com referência ainda a este mês de outubro. Serão três parcelas de 200 reais até o final do ano. É mais uma ação do Gabinete Integrado para o Cuidado com as Pessoas (GIP), que está apoiando e criando condições para os estudantes e suas famílias seguirem seus projetos de vida.”

Professor Bonatto ressalta que, para o ano letivo de 2022, a previsão é que o número de escolas que ofertam a EJA seja aumentado, proporcionando a inclusão de mais estudantes aptos a receberem a bolsa-auxílio. “Estamos construindo um novo tempo para a cidade de Viamão”, encerra o prefeito.

Deixe seu Comentário